Após a vitória do republicano Donald Trump, a diretora da Companhia de Desenvolvimento do condado de Clay, Pamela Ramsey, publicou no Facebook que “vai ser revigorante ter na Casa Branca uma primeira-dama com classe, bonita e digna”. "Estou cansada de ver uma macaca de saltos", acrescentou.

A este post, a autarca Beverly Walling respondeu “ganhei o dia Pam”. Apesar de apagados, os comentários na rede social estão no centro da polémica que conduziu à demissão da autarca e de Pamela Ramsey.

Beverly Whalling desculpou-se esta segunda-feira, em declarações publicadas no The Washington Post: “o meu comentário não pretendia ser racista, de modo algum”, disse à publicação. Isto não evitou a demissão da autarca, aceite entretanto pelo concelho municipal, que se comprometeu a encontrar rapidamente um substituto para os três anos que restam do mandato.

A demissão das duas responsáveis vai ao encontro de uma petição online iniciada entretanto e que contava já com mais de 170 mil assinaturas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.