"Rui Rio, de facto, nos últimos dias, parece que desapareceu um bocadinho da campanha do PSD, mas tem que perguntar ao PSD se isso tem alguma coisa a ver com as sondagens que, entretanto, estão a surgir", disse Pedro Marques aos jornalistas, em Aveiro.

Uma sondagem publicada hoje no jornal Público coloca o PS como o partido mais votado nas eleições europeias de domingo, com 33% dos votos, seguido do PSD, com 23%, do BE, com 9%, da CDU e do CDS-PP, ambos com 8%, e do PAN e do Aliança, ambos com 3%.

O candidato está hoje em Aveiro, cidade onde teve ações de campanha no porto de pesca e no centro da cidade, tendo percorrido parte de uma das principais avenidas da cidade, onde, com a sua comitiva, contactou sobretudo com comerciantes.

O PS e o PSD têm hoje ambos comícios marcados na cidade de Aveiro, estando prevista uma intervenção do líder do PSD, Rui Rio.

O candidato socialista percorreu a avenida ladeado pelo ministro socialista Pedro Nuno Santos, a secretária-geral adjunta do partido, Ana Catarina Mendes, e as candidatas "número 2 e 4" da lista, Maria Manuel Leitão Marques e Margarida Marques.

Durante a ação no centro da cidade, perante questões dos jornalistas para reagir a declarações de Manuela Ferreira Leite, que acusou o Governo de levar o país à desagregação, Pedro Marques acusou a ex-líder do PSD de estar a "nacionalizar" a campanha.

"Estamos numa campanha para discutir assuntos da Europa e não para nacionalizar sistematicamente a campanha, como, manifestamente, anda a fazer o PSD", argumentou o cabeça de lista socialista.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.