Numa nota enviada à imprensa o Exército “lamenta o sucedido, encontrando-se a prestar apoio psicológico aos militares envolvidos no incidente e aos familiares da militar desaparecida”.

“Foi imediatamente instaurado um processo de averiguações sobre o incidente”, adiantam.

Os oito jovens arrastados hoje por uma onda na Praia da Lagoa, um dos quais está desaparecido, são todos militares do Exército em formação na Escola dos Serviço da Póvoa de Varzim, segundo a Autoridade Marítima Nacional (AMN).

Em comunicado, a AMN adianta que os sete militares, que saíram do mar pelo próprio pé, foram transportados para uma unidade hospitalar pelos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim e uma jovem com cerca de 20 anos encontra-se desaparecida no mar.

Os elementos do Comando local da Polícia Marítima, da Capitania do Porto e da Estação Salva-vidas da Póvoa de Varzim estão a fazer buscas pela jovem.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.