O fogo entrou em conclusão às 03:16, decorrendo agora os trabalhos de rescaldo, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Vila Real.

De acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), ainda se encontram no local 142 operacionais apoiados por 39 meios terrestres.

Ao início da madrugada, o presidente da Câmara de Sabrosa dava conta de uma evolução positiva do incêndio, com o perímetro das chamas circunscrito. O troço da autoestrada 4 (A4), entre os nós de Lamares e de Parada do Pinhão, que foi cortado pelas 22:00, foi já reaberto.

O fogo, que deflagrou cerca das 13:00 de domingo, junto à autoestrada 4 (A4), chegou a ser dado como dominado, mas reativou-se com muita intensidade e empurrado pelo vento forte e cruzado, seguiu em direção a três aldeias: Vilarinho de Parada, Parada do Pinhão e Paredes.

A situação mais complicada viveu-se em Parada do Pinhão, onde três casas foram atingidas pelo fogo, bem como um armazém de lenha de uma panificadora, e de onde foram retiradas algumas pessoas das habitações.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.