Um centro comercial australiano viu-se envolvido em burburinho depois de ter falsamente atribuído uma citação sobre abelhas, escrita numa placa num corredor de casa de banho, ao famoso naturalista britânico David Attenborough, conta o The Guardian.

Tudo começou em julho quando Heath Hunter, licenciado em ciências da vida selvagem, viu o mural sobre abelhas no centro comercial Westfield Tea Tree Plaza, no nordeste de Adelaide. Ao ler a placa, cruzou-se com a citação atribuída a Attenborough: "Nos últimos cinco anos, a população de abelhas diminuiu em um terço. Se as abelhas desaparecessem da face da Terra, os humanos teriam apenas quatro anos para viver".

Hunter reconheceu imediatamente a citação, que tinha sido popularizada no Facebook, em 2018, mas que pertencia a The Life of the Bee, um livro publicado pelo dramaturgo, poeta e ensaísta belga Maurice Maeterlinck, em 1901:  "Remove a abelha da terra e, ao mesmo tempo, remove pelo menos cem mil plantas que não sobreviverão".

Identificado o erro, Heath Hunter alertou a direção do centro comercial através do artista do mural — que não tinha qualquer responsabilidade pela placa — e foi-lhe dito que a substituição iria ser analisada.

"Embora a placa possa ter uma representação deturpada, não está a causar qualquer dano [e] promove a [importância] das abelhas a nível global, para que a comunidade local as aprecie e tenha em consideração, bem como o seu habitat", escreveu a direção num e-mail.

Contudo, quando Hunter regressou ao local, alguns meses mais tarde, a placa permanecia igual. Hunter escreveu então diretamente a Attenborough, explicando a situação e incluindo uma fotografia da placa.

"Pensei que eu próprio enviaria uma carta ao grande homem para ver o que ele dizia", disse. "Depois esqueci-me um pouco, e foi provavelmente cerca de um mês depois que recebi uma carta dele de volta".

E a resposta não deixava margens para dúvidas. "Ele disse de uma forma muito David Attenborough que 'eu não disse essas palavras e acredito que isso é falso'", contou Hunter.

Apesar de a mensagem ter sido passada à gerência do centro comercial, a pedido do naturalista britânico, nada foi feito, e a placa só foi removida depois de um repórter local ter telefonado.

"Agradecemos ao cliente que nos tenha chamado a atenção para este facto. A placa, incluindo a citação, foi removida", disseram posteriormente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.