A CNN publicou hoje um vídeo e excertos duma entrevista com dois amigos dos irmãos Brahim e Salah Abdeslam. Brahim foi um dos bombistas suicidas nos ataques de 13 de novembro em Paris, e Salah era o homem mais procurado da Europa até à sua detenção, na semana passada, em Bruxelas, também por participação nesse ataque.

Nas imagens divulgadas vemos Brahim a fumar e a meter conversa com uma rapariga num clube nocturno de Paris. Salah e os amigos estão atrás, a dançar. A música é um rap de Lacrim, uma estrela do hip hop francês.

Os amigos dos bombistas falaram à CNN na condição de manterem o anonimato, usando os nomes falsos de Rachid e Karim. Referem dois irmãos que gostavam de festas, de mulheres, de ir a cafés, de jogar cartas. O vídeo é de fevereiro, e foi depois dessa altura que estes dois amigos sentiram que alguma coisa começara a mudar no comportamento dos irmãos, embora nada os tivesse levado a suspeitar da sua radicalização e do envolvimento nos ataques.

“Eram pessoas simpáticas”, segundo o testemunho de um deles, “acho que se pode dizer que viviam a vida a fundo”. Os jovens tornaram-se amigos precisamente no café Béguines, dos Abdeslam. Jogavam póquer a dinheiro, tomavam drogas leves e viam os jogos da equipa preferida dos dois irmãos, o Real Madrid — segundo a CNN, Brahim entusiasmava-se com Cristiano Ronaldo. Outros homens igualmente envolvidos na logística dos ataques eram também clientes habituais do café.

Pouco depois dessa altura, conta um dos amigos, Brahim tornou-se mais religioso. Karim recorda outros casos de jovens radicalizados que foram seus companheiros de escola, e até de um familiar seu, de apenas 15 anos. Diz que lhe é difícil entender o que se passou, e que a única explicação que encontra para os ataques é a de terem estado sob o efeito de drogas. O outro amigo, Rachid, acrescenta: “Acredite, ninguém nasce mau, assim”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.