O protesto contra a transferência de corpo de Ferdinand Marcos para o panteão nacional foi realizado sob uma chuva torrencial, na presença de vítimas de torturas e prisões arbitrárias e de familiares de vítimas de execuções extrajudiciais da época da ditadura de Marcos, que, segundo historiadores, deixou milhares de mortos.

Marcos foi "um inimigo dos nossos heróis" e dar-lhe uma dignidade póstuma "vai nos tornar num motivo de piada do mundo", disse à AFP a senadora Risa Hontiveros, que participou na manifestação junto a outros três legisladores.

Os manifestantes fizeram um pedido para suspender a transferência. "Estive preso quando era jovem. É difícil imaginar que (Marcos) possa ser enterrado no Cemitério dos Heróis", afirmou um dos manifestantes, Danny Tang. 

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.