O incêndio iniciou-se por volta das 13:30 numa zona de mato, na localidade do Catujal, concelho de Loures (distrito de Lisboa), mas "devido aos ventos fortes propagou-se rapidamente", segundo explicou à Lusa a adjunta nacional de operações da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar.

A responsável da ANPC referiu que na linha de propagação deste incêndio, que chegou a ter duas frentes ativas, existiam algumas habitações, barracões e estufas que "foram prontamente salvaguardados pelos bombeiros no terreno".

Contudo, em declarações pelas 17:30, Patrícia Gaspar disse que as chamas chegaram a atingir alguns barracões abandonados, ressalvando que nenhuma habitação ou pessoa foi afetada.

Pelas 17:50, este incêndio encontrava-se em fase de resolução e estava a ser combatido por 87 operacionais, apoiado por 26 viaturas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.