No início da madrugada, o comandante operacional distrital da Proteção Civil, Francisco Peraboa, já indicara à Lusa que o combate às chamas evoluía favoravelmente, apesar da orografia do terreno e da dispersão de meios devido a outras ocorrências.

Às 04:30 continuavam no terreno 252 operacionais, auxiliados por 83 viaturas, de acordo com a página oficial na internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

O incêndio deflagrou na quarta-feira, às 14:43, numa zona de povoamento florestal junto à freguesia de Sobral de São Miguel, classificada como Aldeia de Xisto, e a proximidade à localidade causou preocupação.

Cerca das 07:30 de quinta-feira chegou a ser dado como dominado e os meios mantiveram o trabalho no terreno ao longo de todo o dia.

Às 17:45 do mesmo dia ficou novamente ativo, fruto de várias "reativações difíceis de controlar", disse, na altura, à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro de Castelo Branco.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.