“Foi extraordinária, foi uma mobilização de energia empreendedora e de inovação”, afirma o presidente da Câmara Municipal de Lisboa.

Para Fernando Medina "a marca que fica para o futuro é muito importante". Porquê "É a primeira projeção de Lisboa para muita gente que não conhecia" e, acrescenta, teve assim a possibilidade de antever "a importância da cidade na cena europeia e mundial, num espaço aberto e tolerante, particularmente atrativo para a localização de empresas".

Por outro lado, afirma o autarca, foram quatro dias em que as empresas portuguesas conseguiram "aumentar muito as suas redes de contactos e as suas oportunidades". E, como não podia deixar de ser, foi também importante por significar "mais investimento de futuro na cidade de Lisboa e no país".

"Muitas destas empresas e destas pessoas, ao conhecer melhor Portugal e ao conhecer melhor Lisboa de certeza que colocarão a cidade no seu mapa de investimento com mais facilidade e com mais probabilidade."

Francamente satisfeito, Fernando Medina quis ainda deixar uma palavra sobre as próximas edições: "esta é a primeira Web Summit que organizamos, temos mais duas pela frente e a possibilidade de continuarmos esta relação. Agora vamos aproveitar ao máximo os benefícios e o incrível sucesso que foi esta primeira edição para construímos as de 2017 e 2018 ainda melhores".

A cidade de Lisboa recebeu “dezenas de milhares de pessoas, jovens empreendedores, investidores, académicos e políticos de todo o mundo que vieram aqui discutir o futuro e a modernidade, e fazer avançar os negócios e as suas empresas”, remata o autarca.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.