Nas recomendações feitas ao Governo, o CDS-PP defendeu a introdução de 'roaming' em "zonas de baixa densidade", o PSD tal como CDS, sugeria a sua proposta de 'roaming' "nas regiões atualmente desguarnecidas", enquanto o Bloco de Esquerda (BE) e PCP defenderam a suspensão do leilão, a gestão e exploração pública do espectro e a criação de um operador de telecomunicações público.

A recomendação do CDS contou com os votos a favor do PSD, CDS, Chega e Iniciativa Liberal, enquanto o PS, BE, PCP, PAN e Verdes (PEV) votaram contra.

As deputadas não inscritas Joacine Katar Moreira e Cristina Rodrigues abstiveram-se na votação dos projetos de resolução do CDS-PP e PSD.

O projeto de resolução do PSD contou com os votos favoráveis do respetivo partido, do CDS-PP, Chega e Iniciativa Liberal, com o PS, BE, PCP, PAN e PEV a votar contra.

Por sua vez, a resolução do PCP teve os votos favoráveis da esquerda e da deputada Joacine Katar Moreira, a abstenção da deputada Cristina Rodrigues, e os restantes partidos (PS, PSD, CDS-PP, PAN, Chega e Iniciativa Liberal) contra.

No caso da recomendação do BE, o projeto de resolução contou com os votos a favor do BE, PCP, PEV e da deputada Joacine Katar Moreira, com os votos contra do PS, PSD, CDS, Chega, Iniciativa Liberal, e abstenção do PAN e da deputada Cristina Rodrigues.

O processo do leilão do 5G foi suspenso em março devido à pandemia, aguardando-se agora a aprovação do regulamento final e divulgação por parte da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), ainda durante este mês.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.