A polícia adianta que não há feridos e a situação está sob controlo.

O ministro do Interior, Gérard Collomb, adiantou que o condutor do carro morreu naquela que descreveu como "uma tentativa de ataque" contra veículos da polícia que atravessavam a avenida dos Campos Elísios.

Segundo o responsável, o suspeito estava armado e na viatura encontravam-se armas e uma botija de gás, escreve o The Guardian, adiantando que o atacante terá 31 anos e é de nacionalidade francesa. Estas informações estão ainda por confirmar oficialmente. Uma fonte policial adiantou à Reuters que o suspeito era conhecido das autoridades.

Pierre-Henry Brandet, porta-voz do ministério do Interior, adiantou que se encontram no local especialistas em desarmamento de bombas.

O caso está a cargo da unidade de contraterrorismo.

As autoridades pedem às pessoas que evitem a zona.

Na sequência deste incidente foram encerradas as estações de metro de Concorde e dos Campos Elísios.

Reporta a BBC que no local está um veículo branco, no meio de uma avenida vazia, com a porta aberta e a ser revistado por cães.

França encontra-se em estado de emergência na sequência de vários ataques terroristas nos anos recentes, o último dos quais em abril deste ano, altura em que um polícia foi morto a tiro e outros dois ficaram feridos, num ataque que teve lugar também nos Campos Elísios, apenas dias antes das eleições presidenciais francesas.

(Notícia atualizada às 18h03)

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.