“O compromisso é que as urgências pediátricas em período noturno vão reabrir”, afirmou Inês de Madeiros (PS), depois de uma reunião com a ministra da Saúde, Marta Temido, em Lisboa, indicando que o serviço pode voltar à normalidade “já em janeiro”.

Segundo a autarca, em declarações aos jornalistas, esta possibilidade resulta da contratação de duas recém-especialistas, uma das quais entrou ao serviço este mês, enquanto a outra começará em 06 de janeiro.

Além disso, acrescentou, na sexta-feira será publicada a abertura de um concurso com cinco novas vagas na pediatria para o Hospital Garcia de Orta.

As Comissões de Utentes da Saúde de Almada e do Seixal também foram recebidos esta tarde por Marta Temido, mas ao contrário da Câmara de Almada manifestaram aos jornalistas a sua insatisfação com as garantias da governante.

“Nós vínhamos na expectativa que nos dissessem quando é que vão reabrir as urgências pediátricas e saímos como entramos. Estão a estudar formas, mas para nós é insuficiente. O que nós queremos é uma data para a reabertura”, sublinhou Luísa Ramos, da Comissão de Utentes da Saúde de Almada.

Na terça-feira, a ministra da Saúde também já tinha adiantado que o concurso para a colocação de especialistas de segunda época deste ano seria aberto esta semana, estimando que as vagas atribuídas ao Garcia de Orta são suficientes para “a reabertura do serviço de urgência em plena capacidade”.

Desde novembro que a urgência pediátrica deste hospital tem encerrado diariamente no período noturno, entre as 20:00 e as 08:00, devido à falta de especialistas para assegurar a escala.

No entanto, a falta de pediatras já afeta o hospital há mais de um ano, quando saíram 13 profissionais, e, segundo o Sindicato dos Médicos da Zona Sul, nem o lançamento de concursos foi suficiente para colmatar a carência porque "ninguém concorreu".

Ainda assim, as garantias dadas hoje pelo Ministério da Saúde deixaram a Câmara de Almada mais “descansada”, até porque a administração hospitalar também se comprometeu “a realizar uma procura mais proativa e a reorganizar os serviços para tornar as vagas mais atrativas”.

Para dar resposta ao encerramento da urgência pediátrica no período noturno, foi alargado o horário das unidades de saúde da Amora, no Seixal, e da Rainha Dona Leonor, em Almada, que passaram a funcionar das 08:00 às 00:00, nos dias da semana, e das 10:00 às 22:00, no fim de semana.

Em comunicado divulgado hoje, o Hospital Garcia de Orta revelou que, entre 18 de novembro e 16 de dezembro, foram atendidas 720 crianças nos dois centros de saúde, mas apenas 18 utentes “foram transferidas para um serviço de urgência hospitalar”.

“Todas as outras crianças – 702 do total de 720 – tiveram resposta para a sua situação no atendimento complementar”, indicou.

Na mesma data, mas em período diurno, a urgência pediátrica hospitalar observou 2.874 utentes, o que corresponde a menos 140 ocorrências do que no período homólogo, no ano passado.

(Artigo atualizado às 20:03)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.