Segundo um comunicado da GNR, os condutores dos dois motociclos, de 33 e 36 anos, foram constituídos arguidos e os factos remetidos para o Tribunal do Montijo.

Na operação de fiscalização para prevenir as corridas na Ponte Vasco da Gama, a GNR instaurou ainda aos dois condutores um total de dez autos de contraordenação por diversas infrações às regras do Código da Estrada, designadamente por transformação das características dos motociclos, velocidade excessiva para as condições da via e iluminação incorreta, entre outras.

No comunicado, a GNR refere ainda que estas ações de fiscalização se inserem numa estratégia para “prevenir e reprimir” as corridas ilegais, que “não só põem em causa o direito de circulação dos cidadãos, como atentam contra a segurança rodoviária de todos quantos utilizam a via pública”.

Na operação de fiscalização na Ponte Vasco da Gama, além do Departamento de Trânsito e da Investigação Criminal da GNR de Setúbal, participaram também elementos do Destacamento Territorial da GNR do Montijo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.