Em comunicado, a GNR explica que, no âmbito dos compromissos internacionais assumidos pelo estado português, nomeadamente com a UE, em 2018 disponibilizou militares para integrar uma Força de Reserva (Reserve Formed Police Unit - RFPU) da EUROGENDFOR “para eventual apoio à missão da União Europeia no Estado de Direito no Kosovo - EULEX Kosovo”.

“Foi solicitada a prontidão da mesma no final do ano de 2021 e ativada no dia 10 de março de 2022”, adianta a GNR, acrescentando que “esta Força de Reserva integrará as forças de polícia da EULEX (…), nomeadamente em operações de ordem pública”.

A projeção da Força de Reserva “mostra a determinação da EULEX no apoio à estabilidade do Kosovo, contribuindo para a segurança de todas as suas comunidades”, sublinha.

A RFPU é constituída por 92 militares de três estados-membros: Portugal, que destacará 42 militares da GNR, França (28 militares da Gendarmerie Nationale) e Itália (22 militares da Arma dei Carabinieri).

Esta Força de Reserva é comandada por um Major da GNR português, coadjuvado por um segundo comandante francês.

Os 42 militares da GNR estiveram em preparação durante cerca de quatro semanas, com diversos treinos operacionais em táticas de ordem pública, operações especiais e inativação de engenhos explosivos, tiro, direitos humanos e código de conduta.

A GNR adianta ainda que os militares nomeados são de diversas especialidades, nomeadamente de ordem pública, operações especiais e inativação de engenhos explosivos.

As missões da EUROGENDFOR cobrem uma ampla gama de tarefas policiais, sendo que, desde a sua criação formal, em 2007, já teve 16 missões e operações em todo o mundo.

“É para a Guarda Nacional Republicana um enorme orgulho representar Portugal nesta missão, através da tomada de posse do Comando desta Força de Reserva, bem como da projeção dos militares portugueses que farão parte desta missão”, conclui a GNR.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.