Segundo o Comando Territorial de Évora da GNR, as detenções ocorreram no âmbito da operação "Dólos", um "processo-crime com um ano de investigação a crimes de burlas informáticas e nas comunicações e acesso ilegítimo à falsidade informática, relacionadas com o MBWAY", que decorrem no Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Évora e Tribunal de Vila Viçosa.

A operação, de acordo com a GNR, decorreu hoje em Borba e Vila Viçosa, no distrito de Évora, e na localidade de Terrugem, distrito de Portalegre, envolvendo um efetivo de 114 militares, com seis binómios e que contou com o apoio da Unidade de Intervenção e do Comando Territorial de Portalegre.

Esta operação levou ao cumprimento de 14 mandados de buscas domiciliárias, 15 mandados de buscas não domiciliárias e quatro mandados de detenção fora de flagrante delito.

Como resultado desta operação, a GNR indicou que foram detidas cinco pessoas, quatro em cumprimento de mandados de detenção fora de flagrante delito e um em flagrante delito por crime de detenção de arma proibida.

A GNR apreendeu mais de 100 cartões de telemóvel, 35 telemóveis, várias peças em ouro, mais de três mil euros em dinheiro, cinco ?tablets', duas espingardas de caça, diversa documentação relacionada com a prática dos crimes em investigação, documentação bancária e de operadores de telemóveis, duas pistolas 7,65 e três viaturas.

"As burlas causaram um prejuízo às vítimas superior a 110.000 euros", adiantou a GNR.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.