A GNR explica que os militares do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) do Destacamento Territorial de Sintra detetaram um homem na localidade da Atalaia a fugir do mato onde se iniciava mais um incêndio florestal.

Após a detenção, adianta a GNR, “o idoso confirmou a autoria do crime de incêndio, acrescentando que já era a quinta vez que tentava colocar fogo naquela zona do parque natural”, tendo sido encontradas provas do crime no seu veículo.

Quando foi constituído de arguido, o suspeito cometeu mais um crime de corrupção ativa na forma tentada, ao tentar oferecer “230 euros em dinheiro aos elementos da GNR para o libertar”.

O detido será presente a tribunal na segunda-feira para primeiro interrogatório judicial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.