Em comunicado, a GNR lembra que o excesso de velocidade continua a ser uma das principais causas da sinistralidade rodoviária grave e que o reforço das ações de fiscalização pretendem promover uma cultura que resulte em comportamentos mais seguros por parte dos condutores.

Em 2018 e nos primeiros seis meses deste ano, os militares controlaram a velocidade de cerca de 11 milhões de veículos, dos quais 232.532 circulavam em excesso.

Nesta operação, os militares darão especial atenção à infração de excesso de velocidade, uma vez que no verão o tráfego rodoviário potencia a ocorrência de acidentes.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.