De acordo com a BBC, a fotografia foi tirada pelo guarda florestal Mathieu Shamavu na semana passada no Santuário Senkwekwe, que faz parte do Parque Nacional de Virunga e funciona como um orfanato de gorilas.

Os dois espécimes que surgem na fotografia vieram viver para aqui depois de caçadores furtivos terem morto os seus pais.

Como contou Innocent Mburanumwe, diretor do parque, à emissora britânica, as mães dos gorilas foram mortas em julho de 2007, tendo as crias apenas dois e quatro meses de idade. Desde então, foram criados pelos caçadores-florestais e passaram a encará-los como seus pais.

Tendo estes gorilas crescido junto de humanos, o diretor diz que o comportamento que resultou na pose fotografada ocorreu porque "estes estavam a imitar os humanos", sendo que colocar-se sobre duas pernas é parte do processo de "aprendizagem" junto dos seus tratadores.

No entanto, Mburanumwe disse também que tal "não ocorre normalmente", não deixando de "ser muito curioso ver como um gorila pode imitar um humano e levantar-se".

Este foi um momento de distração captado por Shamavu, mas na verdade, é uma exceção naquilo que é o quotidiano dos guardas florestais neste país, já que esta é uma profissão de risco.

Descreve a BBC que cinco guardas-florestais foram mortos no Parque Nacional de Virunga no ano passado, resultado de uma emboscada feita por rebeldes, juntando-se assim a um número de mortes que já ultrapassou os 130 casos desde 1996.

A zona leste da RD do Congo é marcada por conflitos entre o governo e grupos rebeldes armados, sendo que vários vivem clandestinamente dentro do Parque Nacional de Virunga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.