Num comunicado divulgado na sua página oficial na Internet, a comissão nacional responsável pela gestão de catástrofes informou que cerca de 130 mil casas terão ficado danificadas e admitiu a possibilidade de existirem pelo menos uma centena de mortos e milhares de feridos.

O comunicado foi elaborado com base numa análise preliminar do sismo que atingiu uma região montanhosa na fronteira das províncias de Sichuan e Gansu.

Os serviços chineses geológicos indicaram que o sismo ocorreu às 21:20 locais (14:20 em Lisboa) perto de Jiuzhaigou, um parque natural conhecido pelas quedas de água e pelas formações rochosas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.