Segundo revelou a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, ao jornal Público, o Governo quer que até 2030 mais de metade das freguesias de Portugal continental possuam Espaços Cidadão, num investimento previsto de 20 milhões de euros provenientes do Portugal 2030.

“A ideia é que pelo menos metade das freguesias do país, no final do PT 2030, tenham estes espaços do cidadão”, afirmou a ministra, citada pela publicação.

Este Espaço Cidadão consiste em algo que se assemelha a uma mini Loja do Cidadão que integra um conjunto de serviços de entidades diversas num único balcão de atendimento, permitindo o acesso a serviços públicos digitais e promovendo também a literacia digital.

Assim, até 2030 o Governo pretende duplicar os Espaço Cidadão que já existem e passar de 717 para mais de 1400, considerando que o território continental contém 2882 freguesias, o plano passa por, até 2030, ter pelo menos 1441 freguesias com Espaços Cidadão.

“É preciso ter no território pontos de proximidade com as pessoas. Vamos apoiar as freguesias naquilo a que chamamos Espaços Cidadão”, justificou a ministra.

Segundo informações prestadas pelo Ministério da Modernização do Estado e da Administração Pública (MMEAP), há hoje 782 Espaços Cidadão em funcionamento, dos quais quatro em consulados, abrangendo 213 dos 278 municípios de Portugal continental e repartidos por 171 freguesias. O MMEAP adianta ainda que até ao final deste ano está prevista a abertura de 16 novos Espaços Cidadão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.