O navio vai navegar entre 12 e 20 de outubro no Mediterrâneo Oriental, anunciou no domingo a Marinha da Turquia voltando a provocar os protestos da Grécia, depois de uma primeira exploração com uma embarcação turca que procura recursos energéticos numa zona marítima reclamada por Atenas.

Um comunicado do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Grécia diz que se trata de "uma ameaça à paz e à segurança na região".

A iniciativa da Turquia, país que integra a Aliança Atlântica, tem vindo a incrementar as tensões políticas entre Ancara e a União Europeia, nos últimos meses porque Atenas considera a presença dos navios turcos na região uma ameaça à integridade territorial do país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.