A Guatemala é o segundo país a transferir a sua representação diplomática para Jerusalém, quebrando décadas de consenso internacional de que as embaixadas deveriam estar localizadas fora da Cidade Santa, devido à persistência do conflito israelo-palestino.

Na segunda-feira, pelo menos 60 palestinianos morreram e 2.711 ficaram feridos em incidentes na fronteira entre Israel e a Faixa de Gaza enquanto a alguns quilómetros distância Israel e EUA faziam uma festa para inaugurar a embaixada norte-americana em Jerusalém.

Os militares israelitas quantificaram em 40 mil os manifestantes nas ações de segunda-feira, salientando “a violência inédita” dos manifestantes em relação aos dias anteriores.

Desde que as ações de protesto dos palestinianos começaram em 30 de março último, já morreram 105 palestinianos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.