Zane Wedding foi a uma piscina numa manhã e ao fim do dia adormeceu no sofá. Quando acordou, tinha um ouvido bloqueado, sentindo contorções no canal auditivo, como conta o jornal britânico The Guardian.

A princípio, suspeitou que fosse apenas água presa depois do mergulho matinal, tendo o seu ouvido sido submetido a uma seringa para retirar o líquido, sendo-lhe sugerido que usasse um secador de cabelo na lateral da cabeça e tendo-lhe sido administrado antibióticos.

No entanto, foi-lhe dito que voltasse se sentisse movimento, o que aconteceu. "Senti-me pior logo depois", confessa o homem neozelandês, adiantando que ficou surdo desse ouvido e já não conseguia dormir.

Três dias depois de ir à piscina, foi consultar uma otorrinolaringologista. "Literalmente assim que ela olhou, disse 'Meu deus... Acho que tem um inseto no seu ouvido'". Alguns minutos depois, com um aparelho de sucção e umas pinças, conseguiu extrair uma barata morta do ouvido de Wedding.

Como recompensa, o homem ofereceu-lhe o bicho defunto, já que foi a primeira vez que ela extraiu um inseto na vida.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.