Uma grávida perdeu o bebé depois de estar à espera de médico nas urgências do Hospital da Guarda, avança a edição desta sexta-feira do Jornal de Notícias.

Durante a madrugada desta quinta-feira, uma mulher de 39 anos, deu entrada no serviço de obstetrícia do Hospital da Guarda com perdas de sangue. Grávida de 37 semanas, terá sido acompanhada por enfermeiros até à chegada do obstetra, uma hora e meia depois de ter sido chamado de emergência.

O jornal indica ainda que o parto estava marcado para 27 de fevereiro, mas as perdas de sangue obrigaram a que tivesse que ir mais cedo para a unidade hospitalar.

Segundo avança o Jornal de Notícias, a família acredita que a perda do bebé ocorreu por "falta de intervenção atempada”.

Administração do Hospital da Guarda já abriu um processo de averiguações para apurar responsabilidades.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.