“O primeiro ataque atingiu o navio norte-americano ‘Star Nasia’, enquanto o outro visou o navio britânico ‘Morning Tide'”, disse o porta-voz dos Houthis, Yahya Saree, em comunicado.

Anteriormente, a empresa de segurança marítima Ambrey tinha comunicado um ataque com ‘drones’ contra um navio britânico.

Desde novembro que os Houthis, que controlam o Iémen com o apoio do Irão, têm visado repetidamente navios no Mar Vermelho por causa da ofensiva de Israel em Gaza contra o Hamas.

Nas últimas semanas, os Estados Unidos e o Reino Unido, apoiados por países aliados, lançaram ataques aéreos contra os arsenais de mísseis do Iémen e os locais de lançamento dos projéteis.

Os Estados Unidos e a Grã-Bretanha atingiram 36 alvos Houthis no Iémen no passado sábado.

Na última sexta-feira, um ataque aéreo no Iraque e na Síria teve como alvo outras milícias apoiadas pelo Irão e a Guarda Revolucionária Iraniana, em retaliação por um ataque de ‘drone’ que matou três soldados norte-americanos na Jordânia.

O Comando Central das Forças Armadas dos Estados Unidos reconheceu separadamente um ataque na segunda-feira contra os Houthis.

As forças norte-americanas “determinaram que representavam uma ameaça iminente para os navios da Marinha dos Estados Unidos e navios mercantes na região”, disseram os militares.

“Estas ações protegem a liberdade de navegação e tornam as águas internacionais mais seguras e protegidas para a Marinha de Guerra dos Estados Unidos e navios mercantes.”

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.