A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) colocou hoje os distritos de Castelo Branco, Faro, Portalegre e Guarda em estado de alerta especial de nível vermelho, devido ao agravamento do risco de incêndio.

O estado de alerta mais grave para os quatro distritos mantém-se até ao final do dia de terça-feira, disse hoje o adjunto de operações da ANEPC Mário Silvestre. Os quatro distritos já estavam em estado de alerta laranja, o segundo mais grave.

Numa conferência de imprensa na sede da ANEPC para fazer um balanço da situação em termos de incêndios o responsável disse que às 12:30 de hoje não havia no país incêndios significativos.

Nas últimas 24 horas incêndios em Valpaços e Castro Marim foram os que levantaram “mais algumas preocupações” disse, explicando que as 14 pessoas que tinham sido retiradas por precaução das suas casas, devido ao incêndio de Castro Marim, com o de Valpaços em rescaldo, já voltaram para casa.

Sobre o estado de alerta especial o responsável explicou que, com base em informações do Instituto Português do Mar e da Atmosfera a ANEPC decidiu manter, e agravar nos quatro distritos, o estado de alerta especial até às 23:59 de dia 17.

Assim, estão em estado de alerta amarelo os distritos de Vila Real, Coimbra, Leiria e Lisboa, e em estado de alerta laranja Bragança, Viseu, Santarém, Setúbal, Évora e Beja.

Com base no estado de alerta vermelho Mário Silvestre disse que foram reforçados os meios para o Algarve e feito um reajustamento dos meios aéreos.

O responsável da ANEPC disse também que nas últimas 24 horas foram registados 38 crimes de incêndio florestal, sem especificar, e reafirmou a necessidade de as pessoas se absterem do uso de fogo e de utilização de maquinaria no espaço rural.

Esta segunda-feira, mais de 90 concelhos dos distritos de Faro, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Leiria, Coimbra, Guarda, Viseu, Bragança e Vila Real apresentam hoje um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos do continente (18) em risco muito elevado e elevado de incêndio.

O risco de incêndio vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até quinta-feira.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa do tempo quente, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera colocou as regiões montanhosas da ilha da Madeira sob aviso vermelho até às 18:00 de terça-feira.

As costas sul e norte da Madeira e o Porto Santo encontram-se sob aviso laranja devido à persistência de valores extremamente elevados da temperatura máxima até terça-feira.

Também devido ao tempo quente, o IPMA colocou sob aviso laranja o distrito de Faro até às 18:00 de hoje.

Os distritos de Beja, Évora, Castelo Branco, Portalegre, Guarda, Bragança, Vila Real e Braga sob aviso amarelo também devido ao tempo quente até às 18:00 de hoje.

O IPMA prevê para hoje no continente continuação de tempo quente com céu geralmente limpo, apresentando-se temporariamente nublado em alguns locais do litoral Centro até ao início da manhã.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante norte, sendo temporariamente de sudoeste no sotavento algarvio no início da tarde, tornando-se moderado a forte de noroeste durante a tarde, com rajadas até 60 quilómetros por hora (km/h) no litoral oeste e nas terras altas.

A previsão aponta ainda para neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral Centro e pequena descida de temperatura, em especial nas regiões Centro e Sul.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 13 graus Celsius (em Bragança, Porto e Leiria) e os 24 (em Faro) e as máximas entre os 24 (em Aveiro) e os 40 (em Faro).

O IPMA prevê também para o arquipélago da Madeira tempo quente com céu pouco nublado ou limpo.

Está também previsto, vento fraco a moderado de nordeste, soprando moderado a forte, com rajadas até 60 km/h, nas terras altas e nos extremos leste e oeste da ilha da Madeira, e pequena subida de temperatura.

No Funchal as temperaturas vão oscilar entre os 26 e os 33 graus e no Porto Santo entre os 22 e os 27.

[Artigo atualizado às 14:26]

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.