As declarações do presidente Hassan Rouhani aumentam a pressão junto dos países europeus no quadro do acordo internacional sobre energia nuclear alcançado em 2015.

“Se quiserem lamentar ou fazer qualquer comentário, podem fazê-lo”, disse Rouhani dirigindo-se à Europa e referindo-se também aos Estados Unidos que abandonaram o tratado, no ano passado.

Além de se retirar do tratado internacional, Washington pretende incrementar as sanções económicas contra Teerão.

Esta semana o Irão aumentou os limites de urânio enriquecido estabelecidos no acordo de 2015 sendo que no próximo domingo pode chegar ao ponto considerado como nível bélico se a Europa não fizer uma proposta no sentido de um novo acordo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.