O júri decidiu atribuir este ano o prémio às duas irlandesas, de acordo com a organização, num comunicado hoje divulgado, “pela integridade da abordagem dos edifícios de ambas, bem como pela maneira como conduzem a sua prática, a crença na colaboração, a generosidade para com os colegas, especialmente em evidência em eventos como a Bienal de Veneza de 2018”.

O júri realçou ainda como razões para a atribuição do prémio “o compromisso incessante para com a excelência em arquitetura, a atitude responsável em relação ao meio ambiente, a capacidade de serem cosmopolitas e, ao mesmo tempo, abraçarem a singularidade de cada local onde trabalham, por todas estas razões e muitas mais”.

No comunicado hoje divulgado, a organização do Pritzker recorda que Yvonne Farrell e Shelly McNamara, “enquanto arquitetas e professoras desde os anos 1970, criam espaços que são ao mesmo tempo reverenciais e novos, honrando a História enquanto demonstram um domínio do ambiente urbano e do ofício da construção”.

“Equilibrando força e delicadeza, e sustentando a reverência do contexto específico dos locais, as suas instituições académicas, cívicas e locais, bem como empreendimentos habitacionais, resultam em trabalhos modernos e impactantes que nunca se repetem ou imitam, mas são decididamente da sua própria voz arquitetónica”, lê-se no documento.

Yvonne Farrell e Shelly McNamara fundaram, em 1978, o atelier Grafton Architects, em Dublin, cidade onde ainda hoje exercem a profissão e residem.

Em mais de 40 anos de profissão, as duas desenvolveram projetos em países como a Irlanda, o Reino Unido, França, Itália e Peru.

Com um valor de 100 mil dólares (cerca de 90 mil euros), o Pritzker distinguiu no ano passado o japonês Arata Isozaki, tendo já premiado os portugueses Álvaro Siza (1992) e Eduardo Souto de Moura (2011).

O júri é presidido pelo juiz do Supremo Tribunal dos Estados Unidos Stephen Breyer e integra personalidades como o curador-chefe de arquitetura do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque, Barry Bergdoll, e a diretora da Escola de Arquitetura da Universidade de Yale, Deborah Berke.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.