Apesar do encerramento dos estabelecimentos de ensino, os filhos até aos 12 anos dos funcionários de serviços essenciais que não podem exercer a sua atividade em teletrabalho, como trabalhadores das áreas da saúde, higiene urbana e segurança, podem frequentar as escolas.

Os 700 estabelecimentos de ensino que vão acolher estas crianças foram hoje divulgados e servirão também refeições aos alunos abrangidos por apoios no âmbito da Ação Social Escolar.

"A partir desta segunda-feira, as escolas continuam assim a cumprir uma função social imprescindível, em todo o território, garantindo diariamente às crianças e jovens que o necessitem acolhimento ou uma resposta alimentar adequada", pode ler-se no comunicado do gabinete do ministro da Educação.

A consulta dos referidos estabelecimentos de ensino, por região, podem ser feita através deste link da Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares.

As listas serão atualizadas sempre que se justificar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.