"Não estamos a ver um processo novo de construção de uma outra coisa, outra posição conjunta. A que atualmente vigora tem muitas lacunas por preencher e aspetos por concretizar, independentemente de toda a dinâmica e autonomia do PCP, e de poder, em sede da Assembleia da República, apresentar projetos e iniciativas que vão para além daquilo que é a posição conjunta", afirmou, após encontro com responsáveis de "Os Verdes", em Lisboa.

Para o líder do PCP, o atual texto acordado com os socialistas, à semelhança de BE e PEV, "está longe de estar esgotado".

"Não vemos, por cada ano, uma posição conjunta. Há é que concretizar o que falta concretizar. Essa posição conjunta que está definida foi-o numa conjuntura muito definida que não é repetível", afirmou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.