De acordo com fonte dos Mossos d’Esquadra, a polícia regional catalã, o cidadão português foi ouvido na quarta-feira por um juiz de instrução, que o libertou com a medida cautelar de termo de identidade e residência.

Por outro lado, os dois outros jovens que o acompanhavam e que também tinham sido detidos foram colocadas na terça-feira, um dia antes, à disposição da procuradoria-geral responsável pelos menores de idade.

Os Mossos d'Esquadra prenderam os três jovens em Puigcerdà, capital de um município catalão que faz fronteira com a França e Andorra, por suspeitas de dois crimes de tentativa de homicídio e outros danos.

O detido português tem 20 anos e os eventos tiveram lugar na madrugada da última segunda-feira, numa briga ocorrida na Avenida Catalunya de Puigcerdà.

Quando a polícia regional chegou ao local encontrou duas pessoas feridas com uma arma branca e, mais tarde, os agentes prenderam os alegados criminosos num outro local da mesma localidade.

De acordo com fonte do Consulado de Portugal em Barcelona o jovem português ou a sua família não solicitaram a ajuda consular a que têm direito.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.