A sufrágio apresentam-se duas listas, uma do PSD e outra do PS.

As eleições naquela freguesia transmontana decorrem da renúncia ao mandato da maioria dos membros da lista liderada por Fábio Pereira, eleito nas autárquicas de 2021 pelo PSD.

Em 20 de setembro, numa nota enviada à agência Lusa, o presidente da concelhia do PSD de Freixo de Espada à Cinta, José Estácio, indicava que “o autarca Fábio Pereira que presidia a Junta de Freguesia de Ligares eleito por esta força política apresentou a sua renúncia ao cargo, motivada pela busca de melhores oportunidades de vida”.

“Essa oportunidade encontrou-a fora do país, à semelhança de muitos jovens que encontram na emigração uma oportunidade para melhorar a sua qualidade de vida e um futuro mais promissor”, vincava José Estácio.

A mesma nota do PSD explicava que, “sendo o presidente de junta o único eleito da freguesia cujo lugar é definido por sufrágio dos eleitores, a quase totalidade dos restantes elementos optou também pela renúncia, o que levou à convocação de eleições, inicialmente previstas para o dia 29 de outubro e posteriormente alteradas para o dia 26 de novembro de 2023”.

A renúncia de Fábio Pereira (PSD) ao cargo de presidente da Junta de Freguesia de Ligares foi apresentada em 28 de junho.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.