O acesso e as consultas são gratuitos para todos, com exceção da área de ortodontia (como os aparelhos de correção dos dentes), serviço que só será gratuito para os beneficiários de abono de família.

O provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, Edmundo Martinho, estima que a unidade de saúde oral de Lisboa poderá dar cerca de 50 mil consultas por ano.

Em declarações aos jornalistas após a inauguração, que contou com a presença dos ministros da Saúde e do Trabalho e Solidariedade Social, o provedor admitiu a possibilidade de abrir mais centros em Lisboa ou até de alargar os beneficiários para concelhos da Grande Lisboa.

A equipa da clínica SOL (serviço odontopediátrico de Lisboa) é composta por 10 médicos dentistas, três higienistas orais, de assistentes dentários, um auxiliar e quatro administrativos, todos eles com dedicação a tempo inteiro.

Situada na Avenida Almirante Reis, no centro da cidade, a unidade vai funcionar de segunda a sexta das 08:00 às 20:00 e no sábado até às 13:00.

Além de realizar cerca de 50 mil consultas ano, a Santa Casa traça como objetivo diminuir em pelo menos 60% a prevalência de cáries dentárias até 2025 no concelho de Lisboa.

O funcionamento deste serviço será todo assegurado pelo orçamento da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, segundo Edmundo Martinho, que estima um custo anual de cerca de 700 mil euros.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.