Foram diagnosticados 41 novos casos de coronavírus entre os passageiros do navio de cruzeiro "Diamond Princess", colocado em quarentena perto do porto japonês de Yokohama, elevando para 61 o número de pessoas infetadas a bordo, informou esta sexta-feira o ministro da Saúde do Japão, Katsunobu Kato.

A embarcação chegou ao Japão com cerca de 3.700 passageiros, dos quais 273 foram examinados. Agora, os 41 novos pacientes desembarcarão para serem hospitalizados, disse o ministro à imprensa.

"Chegaram os resultados dos 171 testes restantes, dos quais 41 foram positivos", afirmou Kato.

"Hoje essas pessoas serão hospitalizadas em várias regiões e estamos a preparar-nos para isso", declarou, acrescentando que "no total, das 273 amostras, 61 foram positivas".

Serão aplicados novos exames em pessoas vulneráveis que estão a bordo, como idosos  e pessoas que estiveram em contato com os novos casos positivos, destacou Kato.

Alguns passageiros reclamam que ficam entediados a bordo, confinados nas cabines, às vezes sem janela.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.