Al Wolf, diretor do Sonoma County Reptile Rescue, está habituado a retirar uma ou duas cobras de casas, mas recentemente foi chamado por uma mulher que disse ter visto cascavéis a movimentarem-se debaixo da sua casa no norte da Califórnia, tendo encontrado posteriormente mais de 90 animais a prepararem-se para hibernar, conta o The Guardian.

Wolf, que rastejou para o local onde tinham sido avistados os animais, encontrou imediatamente uma cobra, depois outra... e muitas outras. Saiu do local, pegou em dois baldes, calçou luvas de segurança e prosseguiu o trabalho.

"Continuei a encontrar cobras durante quase quatro horas seguintes", disse, confidenciando que ficou "feliz por sair" do local, já que tal "não é agradável", tendo ainda de lidar com teias de aranha

Feitas as contas, foram retiradas, com a ajuda de uma vara, 22 cobras adultas e 59 bebés na primeira visita à casa na montanha, a 2 de outubro. Depois disso, Wolf ainda lá voltou outras duas vezes e recolheu mais 11 animais, fazendo assim um total de 92.

Todos os animais encontrados eram cascavéis do Pacífico Norte, a única cobra venenosa no norte da Califórnia. Wolf, que resgata cobras há 32 anos e foi mordido 13 vezes, disse que responde a chamadas sobre cobras em casas em 17 condados, mas nunca tinha visto tantas debaixo de uma habitação, apenas em meios selvagens.

Quanto ao destino dos animais retirados da habitação, referiu que foram libertadas na natureza, longe das pessoas. Por vezes estas cobras são aproveitadas em terrenos privados para controlo de pragas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.