"Temos potencial para tal. De ano para ano, temos mais turistas e de diferentes origens", afirmou o vereador José Adriano Lima, na apresentação daquela ação integrada no Plano Estratégico e de Marketing para o Turismo.

Para o responsável, o concelho mais a norte de Portugal "é um destino de natureza por excelência, com caraterísticas geográficas e geológicas que lhe concedem uma posição de destaque entre todos os subdestinos do Porto e Norte de Portugal".

"Em Melgaço é possível praticar os desportos de rio e montanha mais exigentes, durante todo o ano, ao sabor de um Alvarinho único e do fumeiro de Melgaço", sustentou.

Para o município, o turismo de natureza "é um produto prioritário" que está a ser trabalhado desde janeiro com a campanha Discover(Descobrir) Melgaço, em quatro redes sociais, o Facebook, Instagram, Twitter e Pinterest".

Já Mónica Montenegro, do Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo (IPDT), também presente na apresentação da campanha sublinhou que "o posicionamento de Melgaço remete para uma imagem de natureza ativa, associada à tendência crescente de uma sociedade cada vez mais ativa, mais jovem".

"Uma sociedade com um autoconceito elevado, com um conceito de luxo associado a isolamento positivo, autenticidade e a ambientes naturais que lhes permitam praticar desportos em ambientes de natureza e/ou desfrutar de recantos ricos em paisagem, história, cultura e tradição", explicou.

A responsável acrescentou que o objetivo passou "pela criação de uma identidade que ilustrasse a principal força caraterística do destino Melgaço, a diferença do destino de Natureza onde é possível praticar desportos de rio e montanha ao longo de todo o ano, de máxima exigência".

A campanha em curso assenta na divulgação de cinco produtos, o Turismo de Natureza, Saúde e Bem-estar, Gastronomia e Vinhos e Cultura e Património e Turismo desportivo.

"A campanha digital tem tido bons resultados, mas, para além da estratégia de implementação, o sucesso também depende muito do empenho do setor privado no que diz respeito à partilha dos conteúdos e à adequação da sua comunicação", sublinhou Mónica Montenegro.

Hoje foi ainda apresentada "uma campanha de sensibilização, a iniciar junto dos residentes, sob um mesmo desiderato - desenvolver o território através do turismo".

“Os turistas desejam sentir-se bem-recebidos, acarinhados, como se em suas casas estivessem, usufruindo de um ambiente único de tranquilidade, segurança, privacidade, ao mesmo tempo que desfrutam de tudo o que o destino tem para oferecer, incluindo o contacto com a população e a sua cultura", reforçou a responsável do IPDT.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.