Segundo a agência France Presse a sentença foi pronunciada hoje em Bagdade.

Tarik Jadaoum, nascido em 1988, com documentação belga, foi recrutado pelo grupo Estado Islâmico em 2014 sob o nome de guerra Abou Hamza al-Belgiki.

Na primeira audiência, que decorreu no Tribunal Penal de Bagdade, no passado dia 10 de maio, Tarik Jadaoum declarou-se “não culpado” tendo acrescentado perante os juízes que foi “influenciado”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.