Num comunicado reproduzido por meios oficiais, a Administração Estatal para a Regulação do Mercado especifica que o número de veículos afetados é de 95.694, e que foram fabricados entre outubro de 2016 e abril de 2018.

Entre os modelos afetados destacam alguns populares, como os berlina Classe C e o Classe E e o todo o terreno urbano GLC.

O problema detetado na cremalheira da direção poderá afetar os volantes dos veículos, com riscos para a segurança.

A companhia prometeu aos clientes que substituirá as peças defeituosas sem qualquer encargo.

A Beijing Benz, fundada em 2005, é um consórcio no qual participam a companhia local BAIC Motor e a Daimler, empresa que controla a Mercedes-Benz.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.