Em comunicado, o Metropolitano de Lisboa anunciou que lançou um concurso público internacional, com publicação no Jornal Oficial da União Europeia (JOUE), “para a aquisição de 24 novas unidades triplas (72 carruagens), com opção de mais 12 (36 carruagens) tendo em vista o reforço do material circulante afeto à rede” do metro de Lisboa.

O concurso público, lançado com a presença do secretário de Estado da Mobilidade Urbana, Jorge Delgado, tem o preço base de 138 milhões de euros, mais IVA, cofinanciado por fundos europeus e pelo Fundo Ambiental.

A nota indica que “os concorrentes têm um prazo de 90 dias para apresentação de propostas”, contados da data do envio do anúncio para publicação no JOUE.

O lançamento do concurso público “destina-se a dar resposta ao aumento expectável da procura da rede do Metropolitano de Lisboa nos próximos anos face aos novos prolongamentos (linha Circular e linha Vermelha a Alcântara)”, explicou a empresa.

A opção de adquirir mais 12 unidades triplas (36 carruagens) prende-se com “a necessidade de vir a substituir, de forma contínua, o material circulante que se encontra em fim de vida, procurando, desta forma, assegurar-se as condições de flexibilidade e interoperacionalidade de toda a frota”, acrescentou.

O plano de expansão do Metropolitano de Lisboa tem como objetivo “contribuir para a melhoria da mobilidade na cidade, fomentando a acessibilidade e a conectividade em transporte público, promovendo a redução dos tempos de deslocação, a descarbonização e a mobilidade sustentável”, concluiu.

O Metropolitano de Lisboa opera diariamente com quatro linhas: Amarela (Rato-Odivelas), Verde (Telheiras-Cais do Sodré), Azul (Reboleira-Santa Apolónia) e Vermelha (Aeroporto-São Sebastião).

Normalmente, o metro funciona entre as 06:30 e as 01:00.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.