“O meu marido morreu subitamente e de forma inesperada no dia 25 de agosto”, escreveu a mulher, Ursula Piëch, num comunicado que confirmou as informações que circulavam na imprensa, lembrando ainda “uma vida marcada pela paixão pelos automóveis e pelos funcionários que os constroem”.

Nascido em Viena em abril de 1937, Ferdinand Piëch era considerado o patriarca da Volkswagen (VW), que transformou num grupo com várias marcas automóveis (VW, Audi, Seat, Bugatti, Lamborghini e Porsche) a partir de 1993, tendo cedido a liderança em 2002.

Era considerado uma das figuras mais importantes da indústria alemã e neto de Ferdinand Porsche, fundador da marca de luxo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.