Respondendo aos deputados da oposição, na comissão parlamentar da Saúde, que o confrontavam com as contestações das ordens profissionais à atual governação, o ministro da Saúde apontou os números que lhe foram dados pela própria ordem dos médicos.

Segundo esses dados, em 2014 emigraram 394 médicos, em 2015 emigraram 475 médicos, até ao mês de julho de 2016 tinham sido pedidos os documentos para poderem emigrar menos de cem médicos.

“Isto é um sinal, como é um sinal que este ano contratámos para o Serviço Nacional de Saúde especialistas hospitalares no maior numero dos últimos cinco anos”, afirmou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.