O porta-voz do Ministério de Desastres Naturais do Afeganistão, Omer Mohammadi, disse à agência de notícias francesa AFP que já estão contabilizados 54 mortos e 52 feridos devido às avalanches ou ao frio que se faz sentir em 22 províncias do país.

O balanço das primeiras 48 horas, feito no sábado pelo mesmo responsável, apontava para um mínimo de 28 mortos.

O Governo afegão decretou o encerramento dos serviços públicos e das escolas durante o dia de hoje, enquanto prosseguem os trabalhos de resgate, dificultados pelo fecho de muitas estradas, sobretudo, nas zonas mais afetadas pela queda da neve, que se localizam no norte e centro do país.

No ano passado, naquela que foi uma das piores tempestades de neve dos últimos 30 anos no Afeganistão, morreram pelo menos 245 pessoas e 66 ficaram feridas.

O Afeganistão sofre com frequência desastres naturais que provocam numerosas perdas humanas, como os terramotos que tiraram a vida a 2.000 pessoas em maio de 2014 no noroeste do país.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.