Completa desnuclearização da península coreana, a troca de prisioneiros e relações que promovam a paz  e a prosperidade não só na península coreana como no mundo. Resumidamente, foi isto a que Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, e Kim Jong-un, líder da Coreia do Norte, se comprometeram numa cimeira sem precedentes e que, segundo os seus intervenientes, dá início "a uma nova era".

O encontro começou pelas 09h00 de Singapura (02h00 em Lisboa) e terminou pouco antes das 14h00 de Singapura (07h00 de Lisboa) com a assinatura de um acordo de entre as partes. Para saber como correu o encontro e ver as imagens que marcaram esta cimeira leia: "Trump e Kim 'orgulhosos do que aconteceu' no dia em que decidiram 'deixar o passado para trás'".


Leia na íntegra o documento:

"O Presidente Donald Trump dos Estados Unidos da América e o Chairman Kim Jong Un da Comissão de Assuntos de Estado da República Popular Democrática da Coreia do Norte (DPRK) conduziram a primeira e histórica cimeira em Singapura a 12 de junho de 2018.

O Presidente Trump e o Chairman Kim Jong Un conduziram uma troca de opiniões abrangente, profunda e sincera sobre temas relacionados com o estabelecimento de novas relações entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, e a construção de uma paz duradoura e robusta na península coreana. O Presidente Trump comprometeu-se a dar garantias de segurança à Coreia do Norte, e o Chairman Kim Jong Un reafirmou o seu compromisso inabalável para a completa desnuclearização da península coreana.

Crentes de que o estabelecimento de novas relações EUA-DPRK vai contribuir para a paz e prosperidade da península coreana, o Presidente Trump e o Chairman Kim Jong Un declaram o seguinte:

1. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte comprometem-se a estabelecer novas relações EUA-DPRK de acordo com os desejos do povo dos dois países para a paz e prosperidade.

2. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte vão unir esforços para construir um regime de paz duradouro e estável na península coreana.

3. Reafirmando a declaração de Panmunjom 2018, de 27 de abril, a Coreia do Norte compromete-se a trabalhar no sentido da completa desnuclearização da península coreana. 

4. Os Estados Unidos e a Coreia do Norte comprometem-se a recuperar os prisioneiros de guerra e soldados desaparecidos, incluindo a repatriação daqueles já identificados.

Tendo reconhecido que a cimeira EUA-DPRK — a primeira na história — foi um evento histórico de grande significado para ultrapassar décadas de tensão e hostilidade entre os dois países e para o início de um novo futuro, o Presidente Trump e o Chairman Kim Jong Un comprometem-se a implementar o estipulado nesta declaração conjunta de forma total e eficiente. Os estados Unidos e a DPRK comprometem-se a continuar as negociações, lideradas pelo secretário de Estado Mike Pompeo e um oficial de alto escalão da DPRK, o mais brevemente possível, para implementar o acordado na cimeira EUA-DPRK. 

O Presidente Donald J. Trump dos Estados Unidos da América e o Chairman Kim Jong Un da Comissão de Assuntos de Estado da República Popular Democrática da Coreia do Norte comprometem-se a cooperar para o desenvolvimento de novas relações EUA-DPRK para a promoção da paz, prosperidade e segurança da península coreana e do mundo.

Junho 12, 2018

Ilha de Sentosa

Singapura


Este é o primeiro encontro entre os líderes dos dois países depois de quase 70 anos de confrontos políticos no seguimento da Guerra da Coreia e de 25 anos de tensão sobre o programa nuclear de Pyongyang.

Este encontro histórico ocorre depois de, em 2017, as tensões terem atingido níveis inéditos desde o fim da Guerra da Coreia (1950-53), face aos sucessivos testes nucleares de Pyongyang e à retórica beligerante de Washington.

A cimeira, acompanhada atentamente em todo o mundo, resulta de uma corrida contra o tempo - com uma frenética atividade diplomática em Washington, Singapura, Pyongyang e na fronteira entre as duas Coreias -, em que houve anúncios, ameaças, cancelamentos e retratações surpreendentes. O preço a pagar? Pelo menos no imediato, 20 milhões de dólares da Singapura (cerca de 12,7 milhões de euros) foram investidos na paz mundial.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.