Nasceu Hanna Karin Blarke Bayer em Copenhaga, mas iria ficar mundialmente conhecida por Anna Karina graças a Coco Chanel. Partiu com apenas 18 anos para Paris atrás do sonho de ser atriz, mas acabou por ser a cara de todo um movimento. Companheira de vida em várias frentes do realizador Jean-Luc Godard, ficaria conhecida por ser a cara da "Nouvelle Vague" do cinema francês dos anos 60. No entanto, as palavras do Ministro da Cultura francês Franck Riester elucidam que foi bem mais do que isso. "[Anna Karina] irradiava luz, ela atraía o mundo inteiro. Hoje, o cinema francês está órfão. Perdeu uma das suas lendas". A atriz faleceu este sábado aos 79 anos.

A cimeira do ambiente da ONU (COP25) não deixa saudades. Começou a 2 de dezembro, devia de ter acabado na sexta-feira, mas acabou por terminar só esta manhã. E mesmo assim parece que deixou praticamente todos os envolvidos descontentes. De António Guterres à presidente chilena da Cimeira, passando por ambientalistas, a ideia que fica deste encontro é que se podia e deveria fazer mais — só que não se chega a um acordo sobre até onde se pode realmente ir. Ou seja, ficou a nota que há urgência para conter as alterações climáticas, mas sem chegar a acordo nos pontos essenciais.

É uma teimosia resiliente, a de Cristiano Ronaldo. Ou se calhar não é bem teimosia, mas será outra coisa qualquer que o dicionário dite como sinónimo. Porque sempre que se fala que o português abranda o ritmo, esta coisa tramada do mundo dos números lá aparece para provar que afinal o cenário não está assim tão negro como se pintou há umas semanas quando chegou a ser substituído dois jogos seguidos. Isto porque o bis deste domingo contribuiu não só para a vitória (3-1) diante a Udinese, mas também para provar que, à beira dos 35 anos, ainda está aí para as curvas. É que hoje tornou-se no único jogador das 5 principais ligas europeias a marcar pelo menos 10 golos — em todas as competições — nas últimas 15 épocas! Mais: nos últimos 7 jogos — Juventus e seleção — marcou 9 golos. É obra.

Hoje também esteve — e está — um daqueles dias em que o tempo que se faz sentir na rua convida à sua companhia. É certo que somos mais um país de café, mas neste domingo não era preciso esperar pelas 17h nem pelo dia internacional que o celebra. Era só pegar numa chaleira, colocar água a aquecer, misturar o líquido esquentado com as folhas (ou saquetas) depois e sentir o seu aconchego. Ou seja, Hoje é Dia Internacional do Chá, mas na realidade qualquer dia é bom para quem aprecia. Porém, há mais a saber do que se pensa sobre as folhas com que Catarina de Bragança iria impressionar a corte inglesa. Como bebê-lo correctamente, por exemplo. É só clicar em Às 5 ou a qualquer hora, sozinho ou até com peixe frito e ter uma boa noite.

Mau tempo e talvez com chá. Não é preciso ser meteorologista ou trabalhar no IPMA para reparar que as condições climatéricas não estiveram lá muito famosas para perscrutar aventuras exteriores. No entanto, aproveito para lembrar o leitor que nas próximas 48 horas o tempo vai piorar. E a Proteção Civil alerta para inundações, ventos fortes e neve. Portanto, se ainda vai viajar de carro ou regressar a casa, tenha atenção ao piso escorregadio e a eventuais lençóis de água ou gelo. Se tiver em meios urbanos, fique alerta pois há a possibilidade de se deparar com cheias rápidas.

PS: Para quem se deita tarde ou não aguenta esperar, o final é esta madrugada. Para quem não pode, o final terá de ficar para amanhã ou depois. Seja como for, o último episódio da temporada da série Watchmen, da HBO, está a umas horas de distância. Portanto, serve o presente parágrafo apenas para relembrar que se estava à espera deste episódio para começar a ver desde o início ou se está simplesmente a salivar para saber como acaba, fica aqui a minha humilde contribuição. Senão sabe o que é, fica a nota que é algo que vale muito a pena ver. Envolve super-heróis e tal, mas é do melhor que se fez em 2019 nesta matéria.

O meu nome é Abílio dos Reis e hoje o dia foi mais ou menos assim.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.