Guterres indicou à presidência da Assembleia-Geral e do Conselho de Segurança que estava “disponível para um segundo mandato como secretário-geral das Nações Unidas, se essa for a vontade dos Estados-membros", afirmou o porta-voz durante uma conferência de imprensa.

A possibilidade de Guterres avançar para um segundo mandato na liderança da ONU tinha sido avançada hoje de manhã por dois diplomatas citados pela agência Bloomberg.
António Guterres assumiu o cargo de secretário-geral da ONU em janeiro de 2017 para cumprir um mandato de cinco anos, que termina no final deste ano.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.