"De acordo com os técnicos especialistas, as 26 pessoas soterradas na mina não têm possibilidade de estar vivas", afirmou Tatiana Bushkova, porta-voz da Vorkutaugol, a empresa que explora a mina, num e-mail enviado à AFP. Segunda esta fonte, a operação de resgate foi suspensa.

O anúncio acontece depois de seis pessoas, na sua maioria socorristas, terem morrido este domingo numa nova explosão, durante a operação de resgate.

O acidente de quinta-feira, que já tinha deixado quatro mortos, ocorreu por causa dum desabamento na mina de carvão de Severnaia, na cidade de Vorkuta, próxima do círculo polar ártico. Na sexta-feira a empresa anunciou que já tinham sido evacuadas em segurança 80 pessoas, e que oito outras tinham apenas ferimentos ligeiros. Ainda segundo a empresa, em comunicado no seu site, o acidente deveu-se a emissões de metano, que provocaram explosões.

Com um balanço total de 36 mortos, é o acidente mais grave ocorrido numa mina nos últimos anos, na Rússia. Em 2007, 110 pessoas morreram na mina de Ulyanovskaya, região de Kemerovo, no pior acidente envolvendo minas desde o fim da União Soviética. 

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.