A detenção faz parte da operação Descontrole, derivada da Operação Lava Jato, que investiga o maior escândalo de corrupção na história do Brasil.

Além da detenção de Jonas Lopes, a polícia também cumpriu 10 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça.

Jonas Lopes é investigado porque supostamente pediu dinheiro para aprovar contratos que favoreciam empresas que atuaram nas obras do estádio do Maracanã e na construção de uma linha de metro do Rio de Janeiro, inaugurada antes de a cidade acolher as Olimpíadas.

O Rio de Janeiro vive uma greve crise financeira e um conturbado período político que têm dado origem a protestos em massa de funcionários públicos e já resultou na prisão do ex-Governador Sérgio Cabral.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.