Ao longo do ano passado, cerca de 11.000 milionários mudaram-se para a Austrália contra os 10.000 que optaram pelos Estados Unidos e os 8.000 que escolheram o Canadá, segundo indica a empresa australiana New World Wealth no seu quarto relatório anual mundial sobre riqueza e migração.

No ‘ranking’ dos principais destinos preferidos pelos milionários seguem-se os Emirados Árabes Unidos (5.000) e Nova Zelândia (4.000).

De acordo com o estudo, a preferência pela Austrália prende-se com a qualidade do seu sistema de saúde, com a sua localização, favorável para fazer negócios com países emergentes na Ásia, e ao facto de ser considerado um dos países mais seguros do mundo, em particular para as crianças.

A New World Wealth também cita como motivos a relativa imunidade face à instabilidade no Médio Oriente, o baixo valor do imposto de sucessão, o clima e as suas praias e um estilo de vida atrativo para amantes dos iates, por exemplo.

O estudo revela, além disso, que a emigração tem vindo a acelerar depois de no ano passado 82.000 milionários se terem mudado contra 64.000 registados no ano anterior.

Para o estudo a empresa compilou estatísticas de programas de visto para investidores, registos de propriedades e vendas em vários países, tendo ainda entrevistado 800 pessoas com bens avaliados em mais de um milhão de dólares.

Na última década, a riqueza total na Austrália aumentou 85% em comparação com 30% e 28% nos Estados Unidos e no Reino Unido, respetivamente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.