Carlos Ramos, candidato da coligação entre PCP e “Os Verdes”, confirmou o diagnóstico à Lusa após três encontros coletivos com os restantes seis concorrentes às eleições autárquicas – um no passado domingo, no debate promovido pelo blog informativo “Sete Sentidos”, e dois outros esta terça e quarta-feira, pela rádio “Antena Vareira”.

O concorrente da CDU está desde quinta-feira de manhã em isolamento profilático e disse que foi por essa razão que o debate desse dia organizado pela rádio e jornal “Voz de Esmoriz”, inicialmente previsto como presencial, “passou a ser por videoconferência”.

Foi por esse órgão de comunicação, aliás, que os restantes candidatos à Câmara de Ovar souberam da infeção de Carlos Ramos. Três desses concorrentes afirmam mesmo não ter recebido qualquer contacto por parte da delegação local de saúde pública com recomendações de isolamento e vigilância profilática procedimentos de segurança.

É o caso de Mário Natária, cabeça-de-lista do CDS-PP, que, na falta desse contacto, decidiu cancelar as ações de campanha que ainda tinha previstas e explicou a sua posição na rede social Facebook: “Em virtude de nos últimos dias ter estado presente em debates com todos os candidatos à Câmara Municipal de Ovar e hoje um deles ter testado positivo à covid-19, não participei em qualquer ação de campanha presencial e não participarei em mais nenhuma”.

O candidato diz “ter noção de que ganhava mais em continuar com a campanha”, mas afirma: “A minha consciência e sentido de responsabilidade falam mais alto”.

Por sua vez, os concorrentes pelo PSD e Movimento 2030 mantiveram os seus contactos com a população durante a tarde de quinta-feira. Fonte do CDS nota até que tanto Salvador Malheiro, atual presidente da câmara municipal e vice-presidente nacional do PSD, como Henrique Araújo, que lidera o Movimento 2030, de coligação entre PPM e “Nós Cidadãos”, participaram nessas ações “sem máscara de proteção sequer, como se vê pelas fotos publicadas nas redes sociais” ao final do dia, após iniciativas também “testemunhadas fisicamente”.

Na noite de quinta-feira, depois de ações durante a tarde com habitantes das freguesias de Válega e São Vicente Pereira, Salvador Malheiro relatava à Lusa: “Não sou contacto de risco. Não fui contactado pela saúde pública. Tenho teste negativo, feito hoje [quinta]. Já estive infetado em janeiro deste ano e fui vacinado em julho, pelo que vou continuar em campanha”.

Também a direção do Movimento 2030 anunciou no Facebook: “Atendendo às circunstâncias atuais, realizou-se ao final do dia de hoje um teste rápido de despiste à contaminação por covid-19 ao nosso candidato à Câmara de Ovar, Henrique Araújo, que registou negativo. Deste modo, encontra-se completamente preparado para continuar com a agenda prevista e assim continuar a campanha eleitoral”.

O próprio cabeça-de-lista confirmou a o resultado do teste, antes de acrescentar: “Não recebi qualquer contacto da autoridade de saúde e vamos manter a agenda de campanha, mas sem festas públicas, por precaução”.

A Lusa contactou ainda na quinta-feira, ao final da tarde, a Direção-Geral da Saúde e a direção do Agrupamento de Centros de Saúde do Baixo Vouga, mas até ao momento não recebeu quaisquer esclarecimentos sobre a situação.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.